-A A +A
CCAE e CCENS

Refeição do Restaurante Universitário tem novo preço a partir de 5 de março

A partir do dia 5 de março, o valor da refeição servida nos Restaurantes Universitários (RUs) da Ufes será de R$ 5,00 para os estudantes da Universidade não cadastrados no Programa de Assistência Estudantil (Proaes). Estudantes cadastrados no Proaes com renda familiar de até 1,5 salário mínimo per capita terão isenção de 100% do valor.

A decisão foi tomada ad referendum pelo reitor Reinaldo Centoducatte depois que estudantes ocuparam a Sala das Sessões nesta quarta-feira, 28, onde o Conselho Universitário se reuniu para votar o aumento, inviabilizando o término da votação. Outras duas sessões já haviam sido realizadas para na tentativa de definir a questão, que vem sendo debatida há dois anos em comissões do Conselho designadas para analisar propostas de reajuste.

O valor de R$ 9,50 cobrado dos servidores docentes, servidores técnico-administrativos, pessoas não integrantes da comunidade universitária mas com vínculo temporário com a Ufes e visitantes (pessoas sem qualquer tipo de vínculo com a Ufes) não será alterado.

Atualmente, o valor pago por estudantes da Ufes não cadastrados no Proaes é de R$ 1,50 por refeição. Esse valor vigora desde 1993 e o reajuste tem o objetivo de reduzir o déficit entre o valor gasto para manter o funcionamento do restaurante e o valor arrecadado, considerando a defasagem e a redução no repasse de verbas por parte do Governo Federal para a Universidade.

Despesa

A despesa anual do Restaurante Universitário atinge R$ 11 milhões e a sua receita, que é proveniente do valor pago pelo usuário, alcança R$ 1,6 milhão, resultando em um déficit de R$ 9,4 milhões.

Para manter o RU em funcionamento, a Universidade cobre esse déficit utilizando parte da verba da Assistência Estudantil , transferindo para o RU a quantia de R$ 3,1 milhões. Como o valor não é suficiente, a Ufes transfere para RU mais R$ 4 milhões da verba de custeio, que seria destinada à compra de livros, materiais para pesquisa, energia, etc.

Ou seja, a verba para custear o RU provém de três fontes: pagamento das refeições pelos usuários, verba da Assistência Estudantil e verba de custeio. 

Discussão

Em junho, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Ufes realizou uma Consulta Pública Estudantil com o intuito de informar e consultar publicamente os estudantes Ufes sobre a possibilidade de aumento do preço da refeição servida. A consulta foi enviada para o e-mail de todos os alunos dos quatro campi da Instituição.

Uma comissão do Conselho Universitário apresentou um relatório com seis propostas de aumento, considerando diferentes cenários, para o valor cobrado dos estudantes pela refeição no Restaurante Universitário.

O Conselho Universitário é composto por representantes dos docentes, servidores técnicos-administrativos e estudantes, e todos podem apresentar propostas.

 

Veja como fica a tabela de valores dos Restaurantes Universitários:

- Estudantes cadastrados no Programa de Assistência Estudantil com renda familiar de até 1,5 (um vírgula cinco) salário mínimo per capita: gratuidade total

- Estudantes não cadastrados no Programa de Assistência Estudantil: R$ 5,00

- Servidores docentes, servidores técnico-administrativos, pessoas não integrantes da comunidade universitária mas com vínculo temporário com a Ufes e visitantes (pessoas que não mantém qualquer tipo de vínculo com a Ufes): R$ 9,50

 

Texto: Thereza Marinho
Publicado Originalmente por: Portal Ufes 

 

Transparência Pública
Acesso à informação
Facebook

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000