Projeto de pesquisa da UFES em Alegre avança para a última etapa

Um breve contexto:

A Doença Renal Crônica (DRC) é um problema de saúde pública,
caracterizado pela perda irreversível e progressiva da função renal, que
implica na redução da capacidade de filtração do sangue. Em seu estágio
avançado, os pacientes são indicados para tratamento de hemodiálise ou
transplante renal.
A DRC está associada a altas taxas de morbidade e mortalidade, um cenário
que é agravado pelo caráter assintomático da DRC nos estágios iniciais,
tornando-se um desafio de saúde pública em âmbito mundial.
No Espírito Santo, de acordo com um levantamento recente feito pela
Secretaria da Saúde (SESA), há cerca de 2.300 pacientes capixabas com DRC
em fase avançada, necessitando de diálise.

O projeto:

O projeto intitulado “Análise da respiração humana para o diagnóstico
precoce da Doença Renal Crônica – DRC”, será coordenado pelo professor
Guilherme Rodrigues Lima do DQF/CCENS e sua concepção é fruto de uma
cooperação bem estabelecida entre a UFES e o Grupo de Pesquisa em Gases da
Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro – GPG/UENF.

Em síntese, o objetivo geral deste projeto consiste na montagem de um
espectrômetro fotoacústico na UFES/Alegre, um sistema de detecção de
gases altamente sensível, que será utilizado para identificação de
moléculas presentes na respiração humana e suas relações com doenças do
corpo humano.
Nesta pesquisa, estaremos envolvidos na detecção de amônia (NH3), um
biomarcador importante e bem estabelecido na literatura, cuja concentração
na respiração humana pode indicar a doença renal crônica - DRC.
Indivíduos que apresentam DRC, exalam maior concentração de amônia, em
comparação com indivíduos saudáveis.

Muitos indivíduos descobrem a DRC de forma tardia, já em estágios
intermediários e/ou avançados da doença. Portanto, a pesquisa visa
otimizar uma metodologia não-invasiva e não-destrutiva, através da
análise da respiração, que possa auxiliar no diagnóstico precoce da DRC.

    Dentre as investigações propostas, destacamos a análise comparativa das
concentrações de NH3 em grupos de indivíduos saudáveis e com DRC. Além
disso, será realizado um estudo sobre o efeito do tratamento de hemodiálise
na redução da concentração de NH3 exalada pelos pacientes antes e após
as sessões.

Atividades de extensão serão realizadas percorrendo as escolas da região
(Alegre/Guaçuí), apresentando discussões sobre a metodologia e alertando
sobre a importância do diagnóstico precoce da DRC, com auxílio de
nefrologistas convidados da região.

Esta pesquisa vem sendo desenvolvida pelo GPG/UENF sob coordenação da
prof. Maria Priscila Pessanha de Castro. Espera-se com este projeto,
expandir os estudos para a região sul capixaba, ampliando a estrutura de
pesquisa na UFES/Alegre, que é fundamental para promover trabalhos de
iniciação científica, conclusão de curso, extensão universitária e
pesquisas de pós-graduação.

       Para mais informações sobre o projeto, siga nossa página nas redes
sociais e entre em contato.

Instagram: fotoacustica.ufes
E-mail: guilherme.r.lima [at] ufes.br
Tel.: (022) 99992-3337

O Edital

O Edital de Emendas é um projeto do deputado federal Felipe Rigoni. Iniciado
em 2019, a proposta já beneficiou 117 ações de todo estado do Espírito
Santo. Ao todo, foram mais de R$ 50 milhões.

O processo é composto por quatro etapas: inscrição em conformidade com os
critérios de elegibilidade estabelecidos; avaliação técnica do gabinete,
que avaliam impacto e qualidade do projeto enviado; análise do Conselho
Técnico, formado por especialistas com experiência acadêmica em cada
área; e votação popular por meio do site.

Como votar?

Neste ano, as votações serão realizadas por meio de um site exclusivo para
o processo. O objetivo é facilitar o acesso para que mais pessoas possam
participar das votações.

Para votar é simples. Basta entrar no site
(https://edital.feliperigoni.com/), fazer o cadastro, escolher o projeto e
confirmar. As pessoas podem votar em mais de um projeto. Só não é
permitido votar na mesma proposta mais de uma vez.

Tags: 
Transparência Pública
Acesso à informação
Facebook

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000