-A A +A
CCAE e CCENS

NAUFES em Alegre

O NAUFES é composto por uma equipe formada por diversos setores da unidade da UFES em Alegre.

Por não se tratar de uma unidade administrativa, o NAUFES em Alegre configura-se como um grupo que tem se dedicado a atender aos alunos com deficiências ou transtornos, a pesquisar sobre acessibilidade e a promover projetos de extensão.

O grupo é formado por representantes dos setores de Assistência Estudantil - SASAS, pela Secretaria Única de Graduação – SUGrad, pela Biblioteca Setorial Sul, da Subprefeitura e por professores, monitores de acessibilidade e representantes de servidores e dos alunos que necessitam de acessibilidade.

O NAUFES em Alegre começou no ano de 2013, sob a coordenação da professora Aline de Menezes Bregonci, atendendo a um aluno com baixa visão. A partir de 2014 passou a atender mais alunos. Entre os anos de 2016 e 2017 ele funcionou sob a coordenação da psicóloga Ana Cláudia Gama Barreto. Atualmente, o trabalho é coordenado pelas professoras Aline de Menezes Bregonci e Marli Lourdes de Oliveira. E conta com o apoio da professora Simone Aparecida Fernandes Anastácio.

 

EQUIPE

  • Biblioteca Setorial Sul

A infraestrutura da Biblioteca Setorial Sul está adaptada à utilização de pessoas com deficiência. As entradas do prédio são adequadas para cadeirantes. O acesso ao 2º piso da biblioteca é possível por meio de uma rampa e ambos os andares possuem sanitários feminino e masculino com acessibilidade. 

Na Biblioteca existe um espaço dentro da sala de Periódicos onde monitores e assistidos utilizam para estudos. O local possui 02 mesas com 08 cadeiras, 02 computadores e os equipamentos para acessibilidade neste ambiente são: 01 scaner de voz ; 01 impressora em Braille e 01 Vpad (videofone). Os horários de utilização da sala podem ser agendados pelos monitores da acessibilidade junto ao Bibliotecário responsável pelo setor.

A acessibilidade informacional tem por objetivo incluir pessoas com deficiência para que tenham autonomia no uso de tecnologias de informação. A Biblioteca Setorial Sul da Ufes, Campus de Alegre, teve seu cadastrado aprovado junto a fundação Dorina Nowill que promove a leitura inclusiva oferecendo, entre outras coisas, livros em Braille e acesso à Dorinateca, que é um acervo eletrônico de livros e revistas falados destinado a deficientes visuais. Podemos fazer três downloads por mês e receber kits com obras físicas duas a três vezes por ano. Tudo gratuitamente.

Representante do setor

Claudia Regina da Rocha Oliveira – Bibliotecária / documentalista

 

  • SASAS

Na Seção de Atenção à Saúde e Assistência Social - SASAS, existe uma equipe psicossocial composta por uma psicóloga e duas assistentes sociais. Essa equipe atende os estudantes tanto por demanda espontânea e por encaminhamentos quanto durante os macroprocessos (cadastro na assistência estudantil e reserva de vagas). Realizamos o acolhimento aos estudantes no sentido de escutá-los, orientar a respeito dos seus direitos, das documentações necessárias e dos serviços disponíveis na Universidade. Nos casos em que durante o acolhimento emergem necessidades que justificam um atendimento especializado, ou quando o próprio estudante solicita acessibilidade, a equipe realiza o encaminhamento para o NAUFES e para a rede de serviços do município, quando necessário. Além disso, a equipe pode fazer contato com os familiares, se preciso for. Nos casos em que foram identificadas necessidades de atendimento especial para garantir o acesso do estudante à rotina da vida acadêmica, a equipe mantém o estudante em acompanhamento psicossocial.

Representantes do setor

Ana Cláudia Fontes da Silva - Assitente Social

Ana Cláudia Gama Barreto - Psicóloga

Angela Maria de Souza Pimentel - Assistente Social

Nathalia de Souza Duarte Bastos – Tradutora e Intérprete de Libras

 

  • SUGRAD

A Secretaria Única de Graduação (SUGrad) busca intermediar os procedimentos de registro e controle acadêmico dos alunos do Campus Alegre (CCAE e CCENS) junto à Pró-reitora de Graduação (PROGRAD/UFES) e oferecer suporte técnico-administrativo aos dezessete Colegiados de Curso.

Como a Sugrad além desses serviços, também recebe pedidos de amparo legal, o NAUFES estabeleceu parceria com este setor para que ele também possa tentar identificar e encaminhar alunos com deficiência para atendimento. Para tanto, técnicos da Sugrad criaram um formulário para que os alunos possam preencher e encaminhar para solicitar os serviços do NAUFES.

FORMULÁRIO DE ATENDIMENTO ESPECIAL A ALUNOS

Representante do setor

Michelha Vaz Pedrosa – Pedagoga

 

  • Subprefeitura

A Subprefeitura é uma agência de atendimento dos serviços da Prefeitura Universitária para a comunidade acadêmica do Campus Alegre e tem como responsabilidade a análise, dimensionamento e atendimento das demandas relacionadas aos serviços de vigilância, conservação, transporte, manutenção e limpeza do Campus.

A Subprefeitura elaborou um relatório  contendo todos os dados concernentes a questão da acessibilidade nas edificações e tem trabalhado para garantir o acesso a todos no espaço da UFES em Alegre como no projeto de sinalização do campus.

RELATÓRIO DE ACESSIBILIDADE

- RELATÓRIO DAS OBRAS DE ACESSIBILIDADE DO CAMPUS DE ALEGRE 

- PROJETO DE SINALIZAÇÃO SUL CAPIXABA

Representante do Setor

Erivelton Costa Souza - Secretário Executivo

 

  • Monitoria de Acessibilidade

A monitoria de acessibilidade é coordenada pelas professoras Aline de Menezes Bregonci e Marli Lourdes de Oliveira.

As monitorias são responsáveis por acompanhar alunos com deficiência e/ou transtornos nos horários de aula, acompanhar alunos em avaliações, trabalhos e aulas práticas, realizar estudo individual e adaptar materiais utilizados pelos professores nas aulas.

Atualmente, a equipe de monitores é formada por nove alunos, sendo oito bolsistas do Programa Incluir e um monitor voluntário.

Monitores de acessibilidade do NAUFES – Alegre

Alunos

Cursos

Gabriel da Silva Damião

Sistemas de Informação

Devair Augusto da Silva

Sistemas de Informação

Marcelo Augusto Soares Gomes (voluntário)

Sistemas de Informação

Rosimeri Barbosa dos Santos

Engenharia Química

Diego Borges de Aguiar

Biologia Licenciatura

Sara Lúcia Leal Polastrelli

Farmácia

Caio dos Santos Mendonça Bastos

Biologia Licenciatura

Marcela Silva de Oliveira

Matemática

José Paulo Júnior

Ciência da Computação

Os monitores realizam os seguintes trabalhos:

Gabriel da Silva Damião acompanha aluno que possui baixa visão. As atividades que são desenvolvidas pelo monitor são distribuídas em 20 horas semanais nas atividades de instalação de softwares adequados às necessidades do estudante com deficiência visual e auxiliar no manuseio e sua manutenção. Principalmente, editar textos para adequar ao que for solicitado, para garantir que o aluno com deficiência tenha acesso à literatura científica necessária para concluir seus estudos.

Rosemeri Barbosa dos Santos acompanha aluno que possui baixa visão. As atividades desenvolvidas pela monitora são distribuídas em 20 horas semanais contemplando acompanhamento do aluno em sala, estudo individual e apoio a adequação de materiais.

Diego Borges de Aguiar acompanha dois alunos com baixa visão. As atividades desenvolvidas pelo monitor são distribuídas em 20 horas semanais contemplando acompanhamento do aluno em sala e estudo individual

Devair Augusto da Silva acompanha aluno que possui baixa visão. As atividades desenvolvidas pelo monitor são distribuídas em 20 horas semanais contemplando acompanhamento do aluno em sala e estudo individual, além disso, o monitor auxilia nas atividades de instalação de softwares adequados às necessidades do estudante com deficiência visual e auxiliar no manuseio e sua manutenção. Principalmente, editar textos para adequar ao que for solicitado, para garantir que o aluno com deficiência tenha acesso à literatura científica necessária para concluir seus estudos.

Sara Lúcia Leal Pollastrelli acompanha aluno que possui baixa visão. As atividades desenvolvidas pelo monitor são distribuídas em 20 horas semanais contemplando acompanhamento do aluno em sala e estudo individual

Marcela Silva de Oliveira acompanha aluno que possui baixa visão. As atividades desenvolvidas pelo monitor são distribuídas em 20 horas semanais contemplando acompanhamento do aluno em sala

Caio dos Santos Mendonça Bastos acompanha os alunos com baixa visão em horários de estudo individual.

José Paulo Júnior acompanha aluno com Transtorno do Déficit de Atenção e Dislexia. As atividades desenvolvidas pelo monitor são distribuídas em 20 horas semanais contemplando acompanhamento do aluno em sala e estudo individual

E o monitor voluntário Marcelo Augusto Soares Gomes que também auxilia nas atividades de adaptação de material.

Destacamos que além de atenderem os alunos assistidos pelo projeto incluir, os monitores desenvolvem trabalho de pesquisa, registrando as práticas desenvolvidas e pesquisas de materiais e meios de desenvolver melhor o trabalho de inclusão dos alunos público alvo da educação especial em nossa universidade.

 

  • Alunos com deficiência e/ou transtornos

Atualmente, a unidade da UFES em Alegre conta com dezoito alunos matriculados com algum tipo de deficiência e/ou transtorno.

Tipo de deficiência e/ou transtorno Quantidade
Auditiva/surdez 02
Visual 12
Transtorno do Espectro Autista 02
Intelectual 01
Deficiência Múltipla 01

 

Transparência Pública
Acesso à informação
Facebook

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000